5 de setembro de 2008

100 000 dele


Parece-me crer, face às mais recentes notícias, que a justiça finalmente chegou a Portugal. Após este juiz do processo "Paulo Pedroso versus prisão preventiva" (que ainda não transitou em julgado) ter visto que um outro anterior juiz cometeu um "erro grosseiro" podemos acreditar que a justiça vai sair injusta aos Portugueses. É que se todos os "erros grosseiros" sairem a 100 000 euros – só por danos morais – é necessário o banco de Portugal começar a imprimir notas visto o erário público não as ter em número suficiente. E não esquecer, quem paga é o povo. Julgo que os "erros grosseiros" se deviam estender à prestação dos políticos, dos autarcas e dos directores-gerais. Vai ser bonito. Entretanto, vamos esperar para ver como vão ser deliniadas/quantificadas as indeminizações aos antigos alunos da Casa Pia!!

Sem comentários: