28 de outubro de 2008

os "Apontadores"


Todos as sociedades os têm. Todas as épocas foram pródigas para o seu aparecimento. Em Portugal florescem como a murta nas montanhas. Em Portugal todos querem "apontar". Todos acham que têm a virtude, a sabedoria, o sétimo sentido da razão, a supra-opinião, todos são lentes na arte de apontar o mal que nos tolhe. Mas uns mais do que outros: quem é de esquerda aponta, quem está à direita olha para onde a esquerda está a apontar! Porque eles são a "razão"! Não é só sobre esta crise financeira! É sobre tudo. O sr. Manuel Alegre, por exemplo, para além de poeta, é um apontador, ele bem nos tinha apontado; o sr. Vital Moreira, é outro dos apontadores-mores. Graças a Deus. Obrigado esquerda. Da suprema orientação.