20 de outubro de 2008

Umas estrofes




Eu já fui a Princesa dos Amores,
Já vivi em palácios encantados.
Vim ao mundo entre risos e entre flores,
Afagada entre rendas e brocados.

Já fui astro de rútilos fulgores.
Já brilhei em céus puros, constelados.
Já dei luz, energias e calores
Pr'a vencer amarguras e cuidados.

Já fui cofre de santas afeições,
E já por mim estrofes e canções
na batalha da Vida ouvi cantar!

Já dei Fé, já dei Vida, Luz, Esperança...
Já fui nas tempestades a Bonança,
Já fui mais... já fui Deusa num altar!

(...)


De Metamorfoses,
Maria Amélia Camossa Saldanha
Muradal, 1935