5 de novembro de 2008

Obamarada


Estou um pouco aliviado por toda esta roda-viva em torno das eleições americanas ter chegado ao fim. Como já li, em vários sítios, ganhou um afro-americano, negro, que por causa disso, vai fazer toda a diferença. Também já li, que foram as vastas minorias, entre as quais a "gay", que fizeram a diferença – no voto. Li sobre isto em sítios Portugueses, altamente bem informados e bem escalonados por insuspeitos cronistas, bem pensantes. Espero que lá para sexta, desta ou da outra semana, já possa ler mais qualquer coisa objectiva ou séria na nossa imprensa. Por cá, para além desta Obamarada externa, continua quase tudo na mesma. Porque por cá não mudam os homens. Mudam as crises. As más parece que estão a ser benvindas, pois umas tapam as outras! É como o fogo. Às vezes combate-se as chamas com uma chama maior. Mas não é de bombeiros que os nossos governantes precisam. O que os nossos governantes querem é "Obamas" para anestesiar os buracos mentais que eles provocam nos nossos encéfalos.