23 de janeiro de 2009

Não interessa ler só as revistinhas das "correntes" e grupinhos. Interessa ler os incorruptíveis


No dia em que a questão económica estiver resolvida (e a questão económica existe na medida em que procuramos desembaraçar-nos dela); no dia em que todos tenham assegurada a condição material da existência, em regime de homens livres; no dia em que não seja preciso ser rico para se poder viver (o que, a dentro das instituições democráticas e livres, terá de resultar de uma larga contribuição dos progressos científicos), então a classe média (o espírito democrático que a define) começará a reabsorver as classes economicamente diferenciadas, reabsorvendo-as pela cultura dos sentimentos e da inteligência; e a sociedade terá uma estrutura fundamentalmente espiritual – que ultrapassará esse "milagre da história" que foi a civilização helénica.

Amorim de Carvalho
Panorama, A Propósito do livro "A Traição Burguesa". Prometeu, nº1-2, 1947

Sem comentários: