22 de janeiro de 2009

Não interessa ler só as prosas que rezem como os nossos "credos". Interessa ler os incorruptíveis


"(...) Usando dos aludidos títulos da novíssima jurisprudência de Berlim, a Inglaterra declara que os Macalolos estão sob o seu protectorado; (...) À tempestade que se formara e crescia imprevistamente para os lados de Lisboa respondiam, naturalmente, o terror e a confusão no Paço das Necessidades. (...) O Finis Monarchiae parecia ter chegado, enfim, depois de duzentos e cinquenta dolorosos anos de beatérios, devassidões (...)".

Basílio Teles, Do Ultimatum ao 31 de Janeiro

1 comentário:

Nuno Castelo-Branco disse...

Engraçado... e logo essa gente que impeliu o país para a louca correria de um nacionalismo de sarjeta. Viu-se qual foi o resultado. Contudo, souberam aproveitar a situação e ainda por cima saíram à rua para protestar contra aquilo que tinham causado! Que lata...