22 de janeiro de 2009

Não interessa ler só as prosas dos que nos dizem vultos. Interessa ler os incorruptíveis


"Evidentemente, o desmoralizado era o rei, e não o desmoralizador. Não era ele quem desmoralizava o sistema, os homens e os partidos, mas os homens e os partidos quem desmoralizava o sistema e o rei".

Homem Cristo, Monárquicos e Republicanos


4 comentários:

Luís Bonifácio disse...

Homem-Christo (Pai) foi Republicano radical até 04/10/1910 e monárquico a partir do dia seguinte.

João Amorim disse...

Leia-se "O Banditismo político" (obra fora dos catálogos bonitinhos da República) e percebe-se que o diagnóstico era sério e o pau não olhava a costas!

Nuno Castelo-Branco disse...

... e leiam a tese do meu irmão acerca de Homem Cristo Filho. Não percam!

Nuno Castelo-Branco disse...

... e leiam a tese do meu irmão acerca de Homem Cristo Filho. Não percam!