12 de janeiro de 2009

Tira dentes


Enquanto Portugal se vai entretendo a tentar descobrir a "forma" da crise, na forma em que nos afecta, os dentes vão caindo. É o excesso de cáries provocadas pelo distribuir de brindes com que os sucessivos governos nos presentearam desde que a liberdade trouxe fartos pratos e iguarias para o povo se banquetear. Talvez a solução para a "crise" seja dividi-la em pequeninas crises, dar-lhe nomes, tratar por prioridades, deixar ir os de leite. Talvez a solução seja viver com menos, porque não é possível a ganância por tanto. As nossas crises são assim, crises de excessos. Faltam-nos dentes para tanta gengiva. Falta-nos visão para tanto olho. Falta vergonha na cara a tanto ladrão. Falta o passado para quem quer tanto o futuro....

Sem comentários: