18 de março de 2009

Desigual ao litro


Na última página do jornal Público, de hoje, Rui Tavares faz mais um exercício higiénico da esquerda conveniente. Começa por enumerar a diferença entre ricos e pobres e dizer que os ricos são oito vezes mais ricos que os pobres. Depois diz que os bons exemplos são a Suécia e o Japão e fala de Espanha – tudo Monarquias. Diz que a direita é obessesiva com a homogeneidade e vive bem com a "desigualdade" e que a esquerda é o oposto e o que lhe interessa é dar "dignidade a cada uma das partes" (como se a dignidade fosse um epíteto exclusivo da política de "esquerda"! Estamos sempre a aprender!). Pois bem eu acho que o Rui Tavares está equivocado. A "esquerda" que professa é obsecada pela homogeneidade mental e é herdeira da obcecação marxista que é na sua génese tão conservadora como qualquer outra "religião". A esquerda-essa-salvadora tem governado mais do que a "direita" desde o 25 de Abril, teve presidentes, ministros, autarcas e não faltam canhotos e armantes em intelectuais bem pensantes. O problema não é só a péssima governação feita por gente, de fachada, que por se dizer de direita ou de esquerda já acha que tem gabarito, é também uma questão de regime. Este regime semi-presidencialista que acolhe em avença, de 5 em 5 anos, um "herói" saído do conclave partidário sustenta a sobreposição do Estado-país com o "sistema". Ora, o "sistema" deste país é feito de "instrumentos" que só beneficiam os que comungam das vias do igual pensamento, partido ou lojas de portas abertas só para os "encartados". Socialmente, Portugal está como está porque as experiências do socialismo parido da revolução falharam – às mãos dos políticos que a professaram – e porque a promessa com o "eleitorado" foi feita com o estender da visão da manjedoura colectiva e da plutocracia. Este é o país do "eleitorado" falhado. É o país dos "cidadãos" que se deixaram converter em "eleitores" e a quem dizem que intervir é isso. O saldo está à vista, está ao longe....


2 comentários:

Nuno Castelo-Branco disse...

eheheheeh, o Rui tavares deve fazer parte daqueles 8 x mais...

Nuno Castelo-Branco disse...

eheheheeh, o Rui tavares deve fazer parte daqueles 8 x mais...