16 de junho de 2009

Horror


Quando li esta notícia tive vontade de não acreditar. Como é possível tal desfecho? Sei que o "jornalista" pode ter acrescentado qualquer "grão" mas este e muitos outros, similares enredos, são uma prova da miséria moral que grassa neste país, minado pelo "bondoso" igualitarismo teórico que cada vez mais frustra e divide. Numa altura em que os "contribuintes" pedem contas às mãos largas do Estado e reclamam "supervisão" dos seus activos eu reclamo por uma supervisão e acompanhamento social, sério e altruísta. A "metástase" está a corroer todos os membros, a começar pelos mais frágeis...

Sem comentários: