18 de setembro de 2009

...anda comigo ver este país de bandalheira


Jornais, TV's e blogges comentam hoje o caso das "escutas". Falam de "Cavaco" de directores de jornais, sobre uma "notícia" que saiu num jornal. Parece que a "notícia" diz que a notícia das escutas foi encomendada! O que me garante que a "notícia" de hoje também não o foi? Falam de "Cavaco". O presidente desta república não se quer meter na lide partidária – da mesma que o elegeu. Falam de "Cavaco" sem o prefixo e o respeito inerente ao cargo. É notório o prestígio que o cargo/emprego do presidente representa para este povo, para estes partidos mal paridos. É notório que o cargo não tem notoriedade, independentemente de quem lá esteja arreado. Já tivemos um trono. Agora temos um penico.

Sem comentários: