12 de outubro de 2009

Phoder local



Tenho para mim uma certeza, quase explicação, que o phoder local é um dos responsáveis pelo abastardamento acelerado deste país. Ontem metade do povo correu às urnas, a outra metade está-se a borrifar ou de maleita. O povo foi às urnas e enterrou-se um pouco mais. O phoder local é desmesurado. Esta legislação assassina dá aos "presidentes" margem para mover patranhas, interesses públicos e privados. Podem impregnar de cimento uma planície, podem desviar os rios, podem transformar serviços em empresas públicas, podem sorver subsídios, esbanjar apoios, contrair empréstimos bancários, que o povo que os elege tem que ter o "orgulho" de "eleger" alguma coisa. O regime é lato e assim uns levam pelos outros. Quem quer alternância tem que esperar pois o esquema partidário coloca a sufrágio os seguintes da fila e as televisões mediatizam quem ordenha. No fundo o phoder local foi feito à medida das necessidades do povo. Entretanto, esta terra já foi de um país, depois foi de quem mais ordena, agora é de quem mais phode.

Sem comentários: