5 de março de 2010

Deixar morrer


Uma criança de 12 anos suicidou-se por causa das pressões e agressões que sofria da parte de alguns alunos da mesma escola. Podia ser uma criança frágil, podia ser uma criança com problemas psicológicos. Mas se por acaso até assim fosse, tudo o que ouço acerca das particularidades deste caso só potenciam a gravidade do caso. Tenho vergonha. Que vergonha. Esta morte é a morte anunciada de portugal, dos seus valores da sua especificidade moral. O novo e moderno portugal está a ser feito à custa de muitos Leandros, de muita República, de muito socialismo. De muito deixar morrer.

1 comentário:

Nuno Castelo-Branco disse...

E os papás das "Comissões" que minimizam o caso que 2requer ponderada análise"? Que tal? Saberão do que falam e decerto têm em casa? Sabem o que é ser humilhado na escola? Sabem o que é ser roubado todos os dias e insultado por não se ser rasca, ladrão e vulgar meliante?
Porque razão há-de ser o ensino obrigatório? Porque teremos nós de pagar à força a quem não quer estudar?
O Leandro está morto, mas os seus assassinos ficarão impunes. Estão bem protegidos, os canalhas.