21 de abril de 2010

Eyjafjallajokull


Num tempo em que todo o espiritual é posto em causa, a natureza vem segredar-nos que o nosso lugar é instável e não permanente como nos parecem fazer crer as aparências tecnológicas. Podemos viajar através de cabos de fibra, podemos guardar "100 megas" de "informação" em matéria não maior que 0000,2 x 0000,2 m, mas nada podemos fazer que não pronunciar o nome de Deus quando nos borramos perante o curso natural daquilo que é, verdadeiramente, a Existência.

Sem comentários: