15 de novembro de 2010

Clube D'Abril


Não vou ser irónico. Há cada filho que merece o pai que tem. Nada que um pai não faça pelos seus filhos. Então, nada a criticar. As "cunhas" para os filhos deviam ser legais. O rol de filhos de ministros, secretários, ex-presidente, deputados e demais que trabalham na PT, EDP e muitas, muitas, outras empresas semi-públicas/públicas leva a perceber o quão enorme é o amor paterno-materno nesta República laica, igualitária e socialista. O amor que estes filhos recebem leva-me a pensar que a maioria nunca estará "à altura" desses pais que conseguem prodigiosamente colocar a sua descendência nos locais-certos. São os filhos isentos dos "concursos", da chatice, do esforço, do cheiro a suor, de lágrimas. São filhos e os netos do "Clube D'Abril".

Sem comentários: