11 de janeiro de 2011

Para os ávidos


Dois portugueses estiveram ontem em destaque. Em Zurique um treinador de futebol era "eleito" o "melhor do mundo". Estive a ver os critérios e tratou-se de uma acção de uma entidade privada, a FIFA, e contava com votações de treinadores e capitães de equipa. Em Nova Iorque um jovem era eleito para capa de jornais como criminoso brutal, um verdadeiro saca-rolheiro burlesco. Estive a ver o enredo e nada que não se passe por cá todos os dias. Os sites e televisões exortam! De um lado um homem de sucesso do outro um homenzinho em retrocesso. Dois pratos quentes e estaladiços para as audiências ávidas. Para sobremesa um caldo entornado com BPN cremado.

Sem comentários: