16 de fevereiro de 2011

Os meninos à volta da fogueira


Não é bem à volta de uma fogueira mas os meninos do Cairo estão a ficar felizes com a sua revolução e com a abertura das suas consciências para a "Liberdade". Nisto de revoluções eu sei que o povo unido chamais será vencido, pelo menos na mentalidade que brilha pela chama do cancionismo Leninista-e-demais. Há que dar brado à contenta e subir o tom do frenesim. Nem 30, nem "60 minutos", arruaça toda a vida.

3 comentários:

George Sand disse...

Trate de se inscrever:Hoje o destino é Líbia. No faceboock claro está. Olhe se o Raúl Solnado ainda cá estivesse o que não seria com as revoluções do faceoock :)

João Amorim disse...

caro George

E amanhã será Cuba e depois a China :)

George Sand disse...

Eu esses ainda não adiccionei...:)