3 de março de 2011

Borrifo

Um "designer" da casa Dior, em Paris, que gosta de beber muito e com má cara foi filmado (sem saber) a proferir o seu amor por Hitler e a "insultar" umas meninas boazinhas, tão boazinhas que até o filmavam à socapa. Como, nessa semana, tinha sido surpreendido por um casalinho que se queixou na polícia por ter sido insultado com palavras racistas o "designer" Galliano foi despedido e agora tem o Ministério Público Francês a querer levá-lo a tribunal. Consta que pode apanhar 6 meses de prisão por proferir afirmações xenófobas principalmente anti-semitas! Eu estou-me a borrifar para a simpatia do estilista para com o ditador nazi mas já não me estou a borrifar quando vejo a "tolerância" incongruente para com os ícones e ditames de outros ditadores. O Partido Comunista (inclusive o Francês) tem uma foice e um martelo, um símbolo tão cruel quanto a suástica, e na sua linguística exortam o Leninismo, Trotskismo e outros f d p. Estou a ver para quando nos países "democratas" e "civilizados" a proibição de analogias, símbolos e frases de apelo ao Comunismo... Ou o Nazismo foi o único regime que exterminou selectivamente em campos de concentração..?

Na foto: prisioneiro moribundo de um Gulag na União Soviética

Sem comentários: