4 de abril de 2011

O Timbre

Uma das razões porque gosto tanto das vitórias do Futebol Club do Porto, para além do meu portismo, é o colorido que resulta das manifestações populares, essa visão de azul, desse eterno azul e branco português. Mesmo que não o faça conscientemente, quando o povo embandeira de azul e branco está a dar vida às cores de Portugal. Para mim é um regalo descansar o olhar do usual trapo com as cores do terrorismo carbonário. Depois, o Dragão alado. Que voe alto e que nos recorde as qualidades porque fizeram dele o timbre, medieval, das armas de Portugal.

Sem comentários: