31 de agosto de 2011

Poluidores


Um "jovem" político de nome Jorge Moreira da Silva, do PSD, acha que se deviam taxar os poluidores. Ao ler isto fiquei com a minha imaginação a delirar e a escrever e a inventar brochuras e livros! Apoiado pelo frenesim desenvergonhado da criação de novos impostos que emana nesta III República, este político, não surpreendeu. Os portugueses já perceberam que o Governo vai apoiar o Estado e aumentar o nível suicidário de impostos, tudo para que a República se mantenha. Algumas medidas são boas mas a aplicação das mesmas vai ser improvável pelo que o terrorismo fiscal será a alternativa. Para suavizar o saque, um discurso polvilhado de "os ricos que paguem a crise" vai servindo de anestesiante.
Taxar "poluidores". Fiquemos pelos poluidores individuais da atmosfera. O governo aplica impostos aos importadores de automóveis que os vão reflectir nos compradores-poluidores. Os poluidores, para poderem guiar a máquina já têm de pagar um imposto de circulação, têm de pagar impostos na gasolina, realmente só falta pagarem a poluição que provocam. Falta também um imposto para se ter "direito" de conduzir à semana e outro para conduzir ao fim de semana, visto que também já pagamos o imposto das portagens. Bem vistas as coisas, para além do imposto na compra do tabaco estão a propor outro imposto para se ter o "direito" a levar o cigarro à boca.  Não falta vamos pagar um imposto para ter "direito" a falar. 

2 comentários:

Bic Laranja disse...

Isso não que colide com a sacrossanta liberdade dos papagaios de serviço de demonstrarem a sua natural imbecilidade vocalizando a voz do dono.
Mas saiba que já tem um «imposto» para ter direito a comprar um simples bilhete de metropolitano.
Cumpts.

João Amorim disse...

Caro Bic

Por acaso.
Para mim, tudo o que vai para além do imposto sobre a riqueza-lucro gerado com o trabalho é puro terrorismo. No fundo, pagamos a triplicar e muito mais sobre o mesmo imposto.