14 de outubro de 2011

Ingestão


Mandaram vir, mandaram fazer, abriram os cordões ao saco roto e encheram-no de dinheiro emprestado. O povo que protesta é o mesmo que aplaudiu a orgia de afazeres e subsídios para o povo unido. Durante os anos do frenesim do socialismo (governos do PSD incluído) ninguém protestou contra esse "progresso" e esbanjamento do país. Só agora estão indignados, os putos, os rascas, os betos, os trabalhadores e subsidiários, os frustrados de bolso vazio e cheio. Querem mais do mesmo folclore despesista. Mais Estado.  Mais ingestão.

Sem comentários: