15 de outubro de 2011

Sim

Sim, os funcionários públicos estão a ser prejudicados pelo patrão-estado lhes estar a tirar 2 salários-subsídios. Não, os funcionários públicos não são apenas e só prejudicados, são beneficiados por um apoio à doença e pela "bênção" inaceitável de não (a ver vamos) poderem ser despedidos. Sim, o facto dos funcionários públicos não terem, até agora, o espectro do despedimento coloca-os num lugar de privilégio, inaceitável numa "República", face aos outros cidadãos. Sim, a "progressão, automática na carreira" é sinónimo de carreirismo, laxismo e oportunismo. Não, não sou contra o funcionalismo público, sou contra a situação inaceitável em que o Estado se encontra face à reles apropriação, indevida, dos seus governantes que usaram o estado como de uma empresa privada se tratasse, pronta a empregar, dar e distribuir.

Sem comentários: