6 de dezembro de 2011

Duas notícias a assinalar


Esta semana duas notícias a serem motivo de satisfação. A homenagem a Gonçalo Ribeiro Telles e a inauguração da exposição "Das Partes do Sião". São dois eventos onde, de modo diferente, intervêm dois aristocratas portugueses, Miguel Castelo Branco e Gonçalo Ribeiro Telles, com quem tenho a sorte de privar. Se não deixa de ser importantíssimo assinalar os 500 anos das relações entre Portugal e a Tailândia, convém frisar que a obra só é possível graças ao empenho e entrega da inteligência e minúcia historiográfica de Miguel Castelo Branco, apoiado, concerteza, por outros Homens cujo lavor o blogue "Combustões" nos tem vindo a informar. Já a homenagem a Ribeiro Telles (todas não são demais) tem o élan de "festa republicana"* e, pois então, que a façam, que o país está cheio de monárquicos que fazem, e fizeram, mais pela Res publica que os irmãos, primos e "republicanos", todos juntos!


* Quem vê o programa não deixa de dar um sorriso ao ver o Mário Soares a aparecer a fechar a festa. A "comissão" desta homenagem tem uma "criatividade" latente. Que o sr. Soares não se esqueça de convidar o monárquico Gonçalo Ribeiro Telles para fechar a homenagem a que tanto deve ambicionar e a que desde sempre concorreu!!

3 comentários:

George Sand disse...

Nenhuma Homenagem ao Sr. Arq.Ribeiro Telles será demais.

João Amorim disse...

Felizmente que ele é um incontornável arquitecto paisagista senão nem lhe ligavam, só de ser monárquico...

Combustões disse...

Obrigado, caro João. Contudo, o meu trabalho foi feito com o Professor António Vasconcelos Saldanha, a quem o país tanto deve.