9 de fevereiro de 2012

É a tua tia, a tua avó, os teus primos e os teus camaradas todos


O complexo galopa como o álcool no cérebro dos esquerdistas. Atiram a matar com os termos que mais lhes doem e que mais julgam que doem aos seus adversários ou opositores. Depois, resmungam que a paciência se esgota nos comuns cidadãos e noutros mais fustigados. Há rosas que nem para as campas dos reles.

Sem comentários: