11 de maio de 2012

Bernardo


Conheci-o através de um amigo comum, pianista como ele. Afável, criativo, de humor refinado, muito alegre. Pouco falamos de música mas das coisas que a motivavam e influenciavam. Lamentável a sua perda. A ser verdade a razão da sua morte é um acidente absurdo que decepou mais do que uma vida e nos deixa no vazio do que nos prometia preencher.
Saudades Bernardo.
Que Deus te guarde.

Sem comentários: