17 de julho de 2012

Continuem


Sempre que aparece uma notícia sobre uma família real os portugueses abrem a boca para a inveja e o palavrão, mesmo que a notícia seja de índole económica. Não tenho a mínima dúvida que a larga maioria dos portugueses padece de fúria ressabiada, de inveja cega e de ódio ao próximo. O português é um filho da República e nunca percebeu a história, nunca estudou, nunca se interessou pelo seu próprio país, ao contrário, vive de exclamações e sobressaltos igualitários porque julga-se melhor que os outros e muito melhor do que aqueles que ele supõe melhor. A maioria deve pensar que o golpe de estado republicano foi feito para "acabar com as desigualdades", com os "títulos", para obter a "liberdade". Coitados. Continuem, devem sentir-se a enriquecer com o escárnio.

Sem comentários: