24 de agosto de 2012

78


Portugal paga a 78 generais! 78 generais?? Divididos pelos três troncos das forças armadas dá qualquer coisa como 26 generais por cada. A notícia de se suprimirem 11 generais, até o final do ano de 2013, é uma acção tardia. O que pensaram os sucessivos governos para se manterem e promoverem tantas altas patentes até os dias de hoje após a "revolução dos cravos", para mais, quando foi posta em causa a permanência do país nos territórios ultramarinos, e com isso a desnecessidade de oficiais? Para quê manter tantas chefias de estratégia, especialmente, quando o fim do serviço militar obrigatório já tem mais de uma década? Ah! contas d'Abril, para quem sabe contar...

Sem comentários: