15 de outubro de 2012

Do céu para a terra


Numa altura em que andam todos alucinados com os défices e a austeridade, alguns pós de alegria são depositados, nesta terra cada vez mais infértil, por actos, isolados, que desafiam o nosso comodismo e facilitismo. A proeza deste páraquedista (sem esquecer os pesquisadores e produtores, de tecnologia, que se envolveram) fê-lo entrar para a minha galeria de heróis, que desfio nos dias mais conturbados ou de insatisfação. O Homem sempre desejou voar, como um acto de liberdade. Felix Baumgartner voou no sentido mais poético, mais filosófico, dessa nossa aspiração-viagem, porque não o fez da terra para o céu mas do céu para a terra. Sempre que em criança olhava o espaço estrelar sempre me vi a viajar num regresso, numa viagem de encontro a mim, onde estou, pelo espaço da memória, desse longínquo passado de que nunca nos libertaremos. Ver Baumgartner a planar de braços abertos voando ao nosso encontro foi um dos mais maravilhosos abraços que recebi e uma das maiores demonstrações de rusticidade. No nosso "espaço" também, nós, todos, somos capazes de conseguir ultrapassar desafios.

Foto: Público


3 comentários:

Paulo Cunha Porto disse...

E até alegoricamente tem interesse, Meu Caro João:
realizar-se acelerando inexorávelmente o impulso para a Terra que há-de recolher muitos de nós, sem ceder à tentação do suicídio.

Abraço

João Amorim disse...

Caro Paulo

Sim, de facto, a vida não fazia sentido sem o arrojo, quase suicidário, de muitas das nossas acções.

abraço

Anónimo disse...

Os meus parabéns a esse para-quedista radical e ainda bem que ele é Austríaco porque se fosse Russo,ou de qualquer outro país actualmente pertencente à ex-União Soviética,provavelmente era desta vez que os Estados Unidos da América transportariam um homem para a Lua para depois de lá,da superfície da Lua,saltar em queda-livre para a Terra! Mas será que os Estados Unidos da América perdoarão a esse para-quedista Austríaco e como inveja não farão um astronauta saltar em queda-livre desde a Estação Espacial Internacional para a Terra??? Dos Estados Unidos espera-se sempre tudo!