19 de outubro de 2012

Jorge, o violado


Não passa um mês que o "pai da constituição" não venha à imprensa alertar que a constituição está a ser..., digo, que o estão a violar. Este constitucionalista acha que a "constituição da república" é inalterável, infinita, que não se deve adaptar à realidade. Não, antes pelo contrário, ele acha que deve ser a realidade a adaptar-se à sua constituição. É indiferente o capítulo a abordar, qualquer que seja o tema, principalmente se lançado pela "direita", o constitucionalista, queixa-se, que lhe foram à constituição. As farmácias têm um producto que o pode ajudar!


Sem comentários: