11 de novembro de 2012

A crise do Natal


Ainda só vamos em Novembro e a crise já leva a pensar nas prendinhas e no pedófilo-mor vestido de vermelho. Atento a esta fotografia, aquando de uma manifestação anti-troika, pergunto o que a austeridade tem a ver com o Natal? De facto, tem. O Natal é um período, por excelência, de austeridade material, de reserva para com os sentimentos de altruísmo, amor, de envolvimento com o renascimento espiritual que se deve proporcionar a cada um de nós. O povo anda triste por não dar prendinhas no Natal. É a "crise", não a económica mas um sintoma da crise do espírito natalício.

2 comentários:

Paulo Cunha Porto disse...

E, para cúmulo, cismando nas prendas, pouco já pensam nos Reis...

Abraço, Meu Caro João

João Amorim disse...

caro Paulo

É um sinal do autismo espiritual que se vive.

abraço