18 de março de 2013

A propriedade privada acabou


As notícias sobre o confisco de depósitos bancários encetada, ordenada e preparada pela União Europeia, não FMI, é a principal marca do que afinal é esta comunidade socialista idealizada no pós II guerra. Que os portugueses se preparem. Quem amealhou, com ou sem sacrifício, verá, se nada fizer, o estado regalar-se com mais um esquema de terrorismo fiscal para tapar e pagar o estado social, os serviços públicos, o défice, a crise, o bem comum, a democracia, a liberdade, o amor, a solidariedade, o sonho dos partidos que só nos querem bem, para pagar a igualdade entre todos. Sem ironias. A União Europeia é isto. Um banco político gerido por duas grandes economias/accionistas que se estende para lá do conceito de banco de Estado. A propriedade privada acabou. A hipocrisia da "União" também.

1 comentário:

Paulo Cunha Porto disse...

O caminho mais fácil é o confisco. Bem sei que em Chipre havia o problema espalhadíssimo da lavagem de dinheiro. Mas quantos inocentes não terão pago pelos pecadores?

Abtaço, Meu Caro João