5 de abril de 2013

Outros pormenores a não esquecer


Sem querer ser chato por pegar em pequenos detalhes sem importância, pois o que interessa é ter saúde, relembro, desculpem, o caso da "licenciatura de José Sócrates" e, só me lembro, porque na altura a imprensa não fez tal alarido. Mas há outro pormenor que me assombra como um grande detalhe: o Ministro Relvas decidiu demitir-se no dia em que sabia que a coisa ia a lume forte no caso da sua "licenciatura" coisa que o Ministro Sócrates nunca fez! Não me lembro de ver, hoje, nenhum artigo jornalístico a frisar o facto passado. Sabem, a imprensa portuguesa, da República, também tem destes pormenores, o detalhado pormenor de seleccionar!


2 comentários:

Paulo Cunha Porto disse...

É que o homem nem a Sócrates chega, Caro João. Mas até seria engraçado ver a RTP abrir um lugar de comentador ao seu descarado algoz...

Abraço

João Amorim disse...

Eh, eh, nem vale a pena apostar; contudo acho que o Relvas sempre é mais "trabalhador" que o o outro, veja só que o futuro filósofo até se esquece de 200 e tal cheques num armário que depois é vendido!! É o que dá ter muito para pensar...

abraço