18 de junho de 2013

Os meninos "revolucionários" à volta das fogueiras


Anda uma excitaçãozinha no ar e na cabeça de muitos meninos!! Que bom que é andar a atirar pedras à polícia, que bom que é aprender coisas de sonho, que bom que é aprender a verdade sobre a liberdade de insultar, partir montras e queimar carros, que bom que é a liberdade para destruir parques, jardins, casas, assaltar lojas, fazer coktails molotovs para fazer mais fogueiras para os meninos!! A revolução pelo combate da inteligência, na rua do mérito ou na avenida da coragem, fica muito longe das praças apetitosas para a maralha. Ricos meninos; de manhã exigem os direitos alcançados pelo brio das gerações, da "evolução humana", à tarde portam-se como insurretos à boa maneira pré-medieval. Mal sabem estes meninos que estão a enfiar um barrete que já serviu (e serve) na cabeça de outros, meninos, que mal enfiaram o dito acabaram-lhes com as fogueiras...! Ah!... mas a revolução é para os meninos, os adultos que trabalhem e paguem com juros as asneiras das revoluções que os meninos fazem. Da Turquia ao Egipto, de Lisboa ao Rio de Janeiro, os meninos estão a descobrir coisas de sonho. A verdade é que alguém vai ter de apagar os fogos e continuar a construir o país. Enquanto os meninos vão dormir....

Sem comentários: