30 de outubro de 2013

Não mais do que um PSD e um CDS por apartamento. Nunca menos de dois socialistas por habitação.


Num país onde abortar é apoiado, aplaudido e pago pelos contribuintes, proibir mais de dois cães é imoral. Assim como é imoral proibir o abandono dos ditos cães quando os donos não têm forma de os sustentar ou paciência para os aturar; que os aturem os vizinhos – mesmo que 99% das casas e apartamentos não tenham sido construídos a pensar na forma como albergar animais (insonorização, odorização, circulação de animais nas zonas comuns, logradouros, etc). Eu avançaria com proibições mais consentâneas com a sociedade deste "Portugal não pode parar": não mais do que um PSD e um CDS por apartamento. Nunca menos que dois socialistas por habitação, para não contrariar a Constituição. No caso de haver um comunista no apartamento, no prédio todo ou tinham todos a mesma marca de cão e gato ou então ninguém tinha nada.

Sem comentários: