11 de abril de 2014

Eu também vou fazer uma cerimónia, perpendicular


A associação particular do Vasco não vai comparecer às cerimónias na Assembleia do 25 do 4 e promete fazer uma "cerimónia" paralela. Por isso, andam todos aflitos. O Mário Soares também não vai, Graças da Deus. Uns para o Rossio, outros para outro pousio. Eu também vou fazer uma cerimónia, perpendicular às das deles, bem simples, onde vou reafirmar que sou livre, sem amarras ou medos, livre, porque não sou um cão domesticado das ideologias, complexos e partidos, nem dos agiotas que precipitaram o fim histórico de Portugal e de outros gémeos que persistem em escavar o buraco em que nos encontramos.

Sem comentários: