23 de maio de 2014

Aplausos aos mais variados palitos e paliteiros deste país.


O povo aplaudiu "palito", um criminoso foragido durante 31 dias, quando este saiu após interrogatório pela morte de duas familiares. O acto do suposto "heroísmo" deve-se a uma fuga de 31 dias perante centenas de polícias. Mas porquê a admiração e estupefacção dos comentadeiros e jornalistas perante este aplauso público? Não é este o país dos aplausos? Não foi Cunhal aplaudido após tentar promover a implantação de uma ditadura comunista neste país? Não é Soares aplaudido após ter provocado o êxodo de milhares de portugueses de África e ter abandonado os africanos-portugueses a uma guerra genocida? Não é Otelo aplaudido após ter agido criminosamente nas FP25? Também pelos jornais, pelos telejornais, através dos paineleiros situacionistas, escutam-se ensurdecedores aplausos aos mais variados palitos e paliteiros deste país.

2 comentários:

Anónimo disse...

só dizes asneiras...credo.

João Amorim disse...

Creia-me, anónimo... que a maior asneira é a salva de palmas com que todos os dias são brindados os prevaricadores e os políticos que se fazem à nossa salvação.