22 de maio de 2014

Pelo meu relógio são horas de te ires tratar



Olha... o Afonso Costa voltou, mais cabeludo e sem bigode. Jacobino, tenhoso, desportista anti-clerical (o desporto preferido neste canteiro), defensor da primária violência, demonstrando que aquilo que o seu coração exige não é aquilo que ele retribui aos outros. 

Atira à República, artista! Pelo meu relógio são horas de te ires tratar.

2 comentários:

Anónimo disse...

Concordo!

Anónimo disse...

isso, falem mal, não se mexam. Falem mal, aiii uii c'horror a violencia e tal, sou tão civilizado, estas coisas, ai. Continuem a trabalhar por 200 ou 300 euros e lamber a m*rda que os politicos cag*m, se voces levassem um tiro eles estavam se bem f*dendo pra voces e vem para aqui criticar o video porque sim, parece bem ser um santinho e criticar a violencia simbolica quando pelo país vamos sendo mortos devagar.