14 de maio de 2014

Também nós temos feito um trajecto "para merecer" o que estamos a viver


O presidente Cavaco Silva cola-se ao futebol para marcar posição no triste estádio em que nos encontramos. Jogador suplente, num campo onde não devia, sequer, haver jogos, Cavaco Silva lembra-nos o "trajecto" do Benfica e eu lembro-me do trajecto deste país desde a implantação da república terrorista à república d'abril roubas mil – onde não faltou um bordel revolucionário cravado de intenções ditatoriais. Também nós temos feito um trajecto "para merecer" o que estamos a viver.

Sem comentários: