2 de junho de 2014

E Viva do Rei


Sim, Viva um novo Rei em Espanha... mas, particularmente, o meu Viva vai para o futuro Afonso VII de Portugal. Ao contrário da neblina, da propaganda jacobina e facciosa, do fulanismo militante, que nos diz falsamente que "todos" podemos aspirar a ser "presidentes", da junta maior, a Monarquia é o espelho do amor ao país quando a abegnação material se transfere para a voluntária dissidência em prol da Pátria. Cento e quatro (péssimos) anos provam-nos que não ficamos melhores com os fantoches Presidentes de interesses particulares. Não devemos seguir exemplos nem ouvir exemplares. Portugal tem futuro se regressar ao modelo da imparcial vigilância que vele pela Democracia que tanto almejamos.

Sem comentários: