4 de junho de 2014

Nunca esquecer, camaradas: Tiananmen


Há 25 anos fez-se um massacre na praça de Tiananmen em prol do "Socialismo" comunista e do "bem do povo". Os camaradas, que andam de cuspe na boca com o "faxismo", andam muito calados sobre este episódio. Não admira. A propaganda e a culpabilização dos pecados do mundo recaem sempre, na óptica dos camaradas, para a "direita" faxista. Os comunistas têm, também, outra simpática característica: não perdoam a história dos outros enquanto se fazem esquecidos da sua própria história. Os imbecis, os imbecilizados e os distraídos abanam a cabeça e erguem os punhos. Os jerónimos caseiros passeiam, a Constituição omite, a comunicação social não se interroga (porque minada pelo complexo de uma suposta "intelectualidade" pseudo-altruísta) mas se os fascismos e nazismos não são toleráveis porque se permite a existência de um Partido Comunista?


Sem comentários: