23 de novembro de 2014

Silêncio e balbúcio


"Ouço" muito silêncio da parte das bancadas partidárias. Todos apelam à contenção nas palavras no que toca à detenção do Zé. Pudera. Temos um juiz que, se deixarem, deve ter agenda para muitos anos....

Nas mesas arredondadas e bloggosfera, senhoras e senhores respeitáveis põem em causa a oportunidade da detenção do Zé, logo no dia em que o seu antigo braço direito vai ser Secretário Xuxa. Concerteza os politólogos e paineleiros de serviço achavam que, a haver tal infâmia, esta devia ter acontecido num dia em que o calendário não se sobrepusesse a nenhum dia ocupado com um affaire político.

As suposições ante a manipulação política da Justiça, digo, dos políticos sobre a magistratura, tem obra a considerar em Portugal. Se a suspeição é forte então que se deslinde com força a começar por esventrar a relação da Maçonaria com os dois pólos em causa.

O pai da "descolonização possível" ainda não foi entrevistado sobre a detenção do seu amigo?

Sem comentários: