5 de dezembro de 2014

Almoçarada


Parece que se aproxima aí mais uma data festiva, para alguns. Falo do dia 7 de Dezembro*, dia em que nasceu um dos maiores traidores de Portugal. O povo bate palmas, os jornalecos escreverão mais uma pastilha para enaltecer a diarreia, a lavagem da consciência continuará até ao finar do dito. Fala-se apenas em 300 convidados. Onde está o resto? Estarão todos enjaulados?

*Havia dito 14 Dez, a confiar num "orgão" de comunicação que deve ter tanto interesse no sujeito como eu.

Sem comentários: